Formas de prevenir o Alzheimer e a perda de memória

Bem estar

Conheça quais atitudes simples que podem ser adotadas no dia a dia têm poder de prevenir a perda cognitiva

O Alzheimer é a forma mais corriqueira de demência causada pela atrofia deterioração e progressiva do cérebro. O Alzheimer é incurável e, em estágios avançados, os problemas de memória juntam-se as dificuldades de comunicação e deglutição, locomoção e incontinência. Uma forma de prevenir a doença e adotar algumas rotinas que melhoram a cognição. Saiba quais são:

1 – Dar sentido à sua vida: Uma pesquisa revelou que mostrou que quem tem um propósito na vida apresentaram um risco 2,5 vezes menor de Alzheimer do uma pessoa triste ou insatisfeita. Também foi descoberto que é importante sempre fazer algo novo, pois a resposta do cérebro a qualquer nova atividade ajuda a prevenir o Alzheimer.

2 – Ter uma boa noite de sono: Pesquisas revelam que dormir mal frequentemente pode causar um tipo de dano cerebral semelhante ao da doença. O sono também ajuda a manipular os níveis da beta-amiloide que, quando estão em níveis baixos, ajuda a evitar a doença.

3 – Melhorar sua cognição: Estudos apontam que, mesmo um cérebro com Alzheimer, pode continuar funcionando se tiver acumulado muitos conhecimentos. Além disso, quem tem um grau maior de instrução é menos propenso a apresentar sintomas da doença.

4 – Adotar a dieta mediterrânea: Alimentos como azeite vinho e verduras, podem manter o Alzheimer distante. Além disso, o ômega 3, presente em peixes ricos em gordura, ajuda a evitar a doença.

5 – Controle o colesterol: Existe uma ligação entre altos níveis de colesterol e o surgimento do Alzheimer, mas os cientistas ainda sabem que isso acontece. Pesquisas já revelaram que um colesterol total alto pode contribuir para surgimento da demência décadas depois.

6- Controle do diabetes: Quem tem diabetes tipo 2 tem três vezes mais chances de ter Alzheimer. Também, quanto mais cedo a pessoa desenvolve o diabetes, maior a chance de desenvolver comprometimentos cognitivos.

Deixe uma resposta