Planos de saúde terão de cobrir teste para o zika vírus

Saúde Geral

Medida entra em vigor no dia 6 de julho e vale para três tipos de testes

Com informações da Agência Brasil

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementa) regulamentou, em decisão que consta na edição do dia 6 de junho do Diário Oficial da União, a cobertura obrigatória por parte de operadoras de planos de saúde, de testes para diagnóstico de infecção pelo zika vírus.

Agora passam a fazer parte da cobertura obrigatória pelos planos (Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde) o teste Polymerase Chain Reaction (PCR). Este teste é capaz de detectar a presença do vírus nos primeiros dias da doença. Já o IGM é um teste responsável pela identificação de anticorpos no sangue. Por último o IGG verifica se alguém já teve, em algum momento da vida, contato com o vírus da zika.

Gestantes, bebês filhos de mães com o vírus, assim como recém-nascidos com malformação congênita quem podem ter sido causadas pelo zika devem ter os exames garantidos. Esses grupos são tidos como prioritários para detecção da doença, por conta da sua ligação com o risco de microcefalia nas crianças.

A ANS estabeleceu prazo de 30 dias, após a incorporação desses exames ao rol, para que os planos de saúde organizem a rede de laboratórios para oferecer o o exame.

Deixe uma resposta